Arquivos do dia

26 de Abril de 2016

Croácia

Os sons da Dalmácia

26 de Abril de 2016

Poucas são as pessoas capazes de ignorar uma música incidental (sendo ela bonita ou não) durante um passeio, ainda mais quando esse passeio acontece na região da Dalmácia. Split é a segunda maior cidade croata, e para contar sua história seriam necessários vários e vários parágrafos – mas indicamos um link aos mais curiosos.

É exatamente em Split que encontra-se o Palácio de Diocleciano, e no interior de seus muros o centro histórico de Split se desenvolveu. Com influências multiculturais – dada a extensão e complexidade histórica do local, referências gregas e romanas são evidentes em sua arquitetura. Suas vielas e corredores convidam a uma exploração mais detalhada de cada um de seus detalhes, e desde o último final de semana milhares e milhares de pessoas conheceram (ou reconheceram) mais um pedacinho desse Palácio, que funciona como locação para algumas cenas de Game Of Thrones.

(Aviso de leves spoilers aos que pretendem assistir à série. Mas nada sobre a nova temporada, muito menos relevante a ponto de comprometer sua experiência – não é do nosso feitio: somos educados)

Sem dragões e iluminado. Para nossa alegria.

Sem dragões e iluminado. Para nossa alegria.

Porque certamente tem gente que não curte esse lugar.

Porque certamente tem gente que não curte esse lugar.

Suas caves funcionam de locação, e são onde Daenerys Targaryen guarda seus dragões na cidade de Meereen. Acabamos conhecendo por acaso – e pra fugir do calor – as ruínas desse local. São muito bem preservadas, e tão impressionantes quanto o restante da cidade. E algum tempo depois reconheceríamos essas pilastras e a estrutura interna do palácio na série

Mas falaremos mais de lá em outra ocasião, pois durante o passeio uma cantoria distante nos atraiu. Seguimos aquele som até uma sala redonda, com teto em forma de abóboda. Diversos turistas se aglomeravam ali pra assistir a essa belezura aqui.

O céu estava absurdamente azul e lindo...

O céu estava absurdamente azul e lindo…

...e o Vestíbulo (o nome desse local) transbordava turistas - e música :)

…e o Vestíbulo (o nome desse local) transbordava turistas – e música 🙂

Nunca havíamos ouvido a tal música dálmata. Por sinal, pra mim dálmata era raça de cachorro e eu nunca fui procurar sua etimologia. Mas sim, era um coral dálmata, cantando músicas folclóricas da região. Uma combinação muito bonita de música boa, num lugar espetacular, debaixo de um céu azul mais que perfeito. Assim como os músicos de metrô, os one man band da vida e outros artistas de rua, encontrar música pelo caminho dá uma graça toda especial ao dia. Trazer na bagagem as memórias visuais bonitas que encontramos em Split é ótimo – musicá-las foi ainda melhor.

Ainda mais, sem nenhuma queimadura causada por um dragão.